Crônica: Os Exércitos do Senhor

Os Exércitos do Senhor

            “E no ano de 2014, nos dias do reinado de Dilma Rousseff, na República Federativa do Brasil, aconteceu um evento extraordinário. Levantou-se na cidade de Florianópolis, na localidade do Sítio do Capivari, um povo forte e destemido, que enviou para todos os cantos da Terra, batalhões de soldados, verdadeiros Combatentes dos Céus, revestidos da armadura do Pai Celeste; meninos e meninas, adolescentes que amam a Deus, os quais marcharam e invadiram Canaã. E nada lhes podia resistir, porque adiante deles ia a Bandeira do Senhor. E de suas bocas, cheias de inocência e de pureza, saíam estrondosamente a Palavra de Deus, o Fogo Consumidor e a Espada do Espírito. Os seus pezinhos, calçados no Santo Evangelho de Cristo, proclamavam a paz por onde quer pisassem. Das pequeninas mãos o amor resplandecia, e dos seus dedos a ternura brotava. Nas suas mentes o pensamento puro, poderoso e celestial de Jesus norteava os seus caminhos. Os seus vestidos, repletos de luz, brilhavam tão forte quanto o relâmpago. E a Face do Todo-Poderoso era vista em seus olhos, que de tão amorosos arrebatavam multidões. Dos seus corações, abundante água viva que descia do céu, jorrava por entre todos que lhes tocassem. E as nações eram curadas quando lágrimas de seus olhos eram derramadas.

            Então, do Trono da Glória, o Altíssimo se regozijou de seus filhos, e deu ordem ao Arcanjo para que descesse e lutasse mais uma vez, agora ao lado dos homens. E desceu Miguel, armado para a peleja, trazendo consigo doze legiões dos mais bravos Guerreiros. E assim, como aconteceu no Céu nos tempos da antiguidade, também aconteceu na Terra, e houve grande batalha pela liberdade; homens e mulheres, Filhos da Luz, adultos que amam a Deus, e seus conservos, os Ministros Abrasadores enviados pela mão do Onipotente, debaixo de um único nome que é sobre todo o nome – Jesus – lutaram lado-a-lado, e a Terra prometida foi conquistada. Antigos ídolos foram lançados fora, e o nome da serpente foi esquecido, e a sua memória sepultada. E os escorpiões, dragões e basiliscos foram expulsos para todo o sempre, e o seu lugar não se achou mais entre os homens. E houve muita alegria na Terra, porquanto exaltavam a Deus por todas as bênçãos derramadas. E todos alcançaram Graça diante do Altíssimo, e o Senhor lhes concedeu a vitória! Amém”!

(Extraído do Livro "DEUS é POETA - Contos, Crônicas e Poesias de autoria de Paulo Ricardo Souza Júnior)

Blog

Poesia: EU SOU

Eu Sou Eu Sou o que Sou Sou chamado de Eu Sou Eu sou aquele que está oculto nas profundezas da tua alma Eu sou aquele que nunca nasceu Eu sou aquele que sempre existiu Eu sou invencível Eu sou a voz inaudível Eu sou aquele que é invisível Eu sou o verdadeiro Guerreiro Eu sou o Filho do...
Leia mais

Crônica: Os Exércitos do Senhor

Os Exércitos do Senhor             “E no ano de 2014, nos dias do reinado de Dilma Rousseff, na República Federativa do Brasil, aconteceu um evento extraordinário. Levantou-se na cidade de Florianópolis, na localidade do Sítio do Capivari, um povo forte e destemido,...
Leia mais

Conto: A Mensagem que veio do Céu

A Mensagem que veio do Céu             E havia no oceano uma exuberante ilha, com as mais belas paisagens jamais vistas por toda a Terra. No centro dela jazia um velho vulcão extinto há milhares de anos. Próximo ao mar uma pequena vila de pescadores prosperava...
Leia mais

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!